sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Quinta-feira, 24 de abril de 2014

Hotnews

< Playback Play >

Inadimplência no financiamento de veículos recua após alta consecutiva

Quarta, 08 de Agosto de 2012 15:21
Imprimir PDF E-mail

Inadimplência nos financiamentos de veículos para pessoa física apresentou queda de 0,1 p.p.

 



financiamento1Após 17 meses de altas consecutivas, em média 0,2 p.p ao mês, a inadimplência nos contratos de financiamentos de veículos para pessoa física apresentou queda de 0,1 p.p., representando 6,0% do Saldo da Carteira de Veículos no mês de junho, segundo a ANEF – Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras. O último período em que a inadimplência não havia apresentado alta foi de dezembro de 2010 para janeiro de 2011, quando a média mensal havia se estabilizado em 2,6%.

 

O saldo total das carteiras de financiamentos de veículos (CDC e Leasing) fechou o mês de junho em R$ 202,7 bilhões. O valor foi 1,4% superior ao mês de maio, quando o saldo era de R$ 200 bilhões e 4,3% maior que em junho de 2011, quando o saldo foi de R$ 194,4 bilhões.
O saldo de crédito para aquisição de veículos por pessoas físicas seguiu, em junho, correspondendo a 4,7% do PIB nacional (estimado em R$ 4,280 trilhões) contra 4,9% no mesmo período do ano anterior e representando 29,5% do total do crédito destinado às pessoas físicas no Brasil.

A liberação de crédito durante o mês foi de R$ 8,514 milhões, o que representou um aumento de 11,7% no período de 30 dias e de 0,5% sobre o montante de crédito liberado em junho de 2011 (R$ 8.476 milhões) para aquisição de veículos financiados (CDC).

Os resultados durante o mês de junho refletiram o otimismo do mercado com as medidas anunciadas pelo governo no mês maio para estimular o setor automotivo. “O mercado retomou o otimismo e o fluxo de cliente nas concessionárias cresceu no período. Com isto todo setor cresceu, inclusive as consultas a financiamentos e, também, o aumento de solicitações aprovadas”, explica Décio Carbonari, presidente da ANEF.

Planos e modalidades

Os Planos de Financiamentos seguiram sendo disponibilizados com prazo máximo de 60 meses e os planos médios seguiram em 40 meses em junho, frente os 43 meses no mesmo período de 2011.

Durante o 1º semestre de 2012 as compras de veículos foram realizadas com pagamento financiado (CDC) em 52% das vendas. O pagamento à vista ocorreu em 38% dos casos, o consórcio foi responsável por 7% das aquisições e o leasing representou apenas 3%, seguindo em queda.

As modalidades de pagamento utilizadas para aquisição de caminhões ficaram divididas da seguinte forma: 71% pelo Finame, 13% à vista, 10% financiado, 3% por meio de cotas de consórcio e 3% pelo leasing (incluindo Finame Leasing). No setor de motocicletas, 41% das aquisições foram financiadas (CDC), 34% por consórcio e 25% dos pagamentos realizados à vista.

Taxa de juros

A taxa média de juros praticada pelas associadas da ANEF ficou em 1,30% no mês de junho de 2012 representando uma queda de 0,10 p.p perante o mês de maio, quando a taxa média tinha sido de 1,40%. A taxa praticada pelo mercado em junho também apresentou queda perante o mês anterior, passando de 1,77% para 1,58%.

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Seu estado: Seu website:
Assunto:
Comentário:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página