sexo gratis sexo

InvestNE - "O seu portal de investimento e informações do nordeste".

Pesquisar

Pesquisar


Tamanho da Fonte

Quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Hotnews

< Playback Play >

Exposição marca comemorações ao Dia Nacional da Caatinga

Segunda, 19 de Abril de 2010 16:16

 

Serão apresentadas 25 fotos que revelam uma outra face da Caatinga

 

 

caatinga091465x1000Metade do território sergipano é coberto pela primorosa vegetação tipicamente sertaneja, a Caatinga. Para registrar esse cenário na vida dos sergipanos, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) realizará no período de 20 a 25 de abril, às 10h30, na praça da expansão do Shopping Jardins, a Exposição Fotográfica ‘Um Olhar Sobre a Caatinga’. A abertura do evento é alusivo ao Dia Nacional da Caatinga, comemorado em 28 de abril.

 

Por décadas tratada como estéril e pobre em biodiversidade, a Caatinga tem surpreendido cada vez mais pela sua resistência às condições climáticas adversas e exuberância de suas formas de vida.

 

“A exposição vem registrar a diversidade das belezas cênicas da região, desmitificando a idéia tradicional de paisagem dominada por cactos e seca”, justifica o secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Genival Nunes.

 

 

Exposição

 

Durante a exposição serão apresentadas 25 fotos que revelam uma outra face da Caatinga. O cenário cinzento do período da estiagem, com vegetação espinhosa, sem folhas e alguns animais resistentes dão lugar a transformação quase mágica, a uma variedade de organismos em formas e cores singulares que modificam toda a paisagem logo após as primeiras chuvas de inverno.

 

Sergipe tem metade de seu território coberto por Caatinga. Reconhecendo a importância desse bioma, o Governo do Estado de Sergipe cria e implementa o ‘Monumento Natural Grota do Angico’, área com cerca de 2,2 mil hectares, abrangendo áreas dos municípios de Poço Redondo e Canindé de São Francisco.

 

A área protegida também resguarda a Grota do Angico, de valor cultural, local onde Lampião e parte do seu grupo foram mortos, marcando o fim do Cangaço. Outra característica da região da Caatinga é que ela é  marcada pela presença de um povo forte e resistente às adversidades do clima.

 

A composição das fotos foram feitas pelos biólogos Sidney Golveia, técnico ambiental da Semarh, Raone Mendes e pelo fotógrafo Marcel Nauer.

 

 

 

Fonte: Estado de Sergipe

 

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Seu estado: Seu website:
Assunto:
Comentário:

Notícias em Destaque


Rua Dr. José Lourenço, 870 - Salas 505 a 508 - Edifício Consorte
Aldeota - Fortaleza/CE
CEP: 60.115-280
Fone ( 85) 3088.5504 / Fax ( 85) 3133.7751
comercial@investne.com.br
luizcarlos@investne.com.br

Fim da Página